Criadores de Sorrisos

Vamos ajudar a criar Sorrisos! Pequenos gestos fazem grandes sorrisos e todas as mãos podem ajudar, se o coração assim quiser. Esta pagina será um local para oferecer ajudas, receber sugestões, indicar pessoas que necessitam...um local de encontro para as pessoas que queiram ser solidárias, com pequenos gestos e sem propaganda.

A minha fotografia
Nome:
Localização: Funchal, Madeira, Portugal

tenho quase tudo para ser feliz mas ando sempre à procura de qualquer coisa, que não sei o que é.

23.11.06

Ajudar o Centro da Mãe

Pedidos aumentam no Centro da Mãe
A instituição com 242 jovens mães inscritas dá apoio semanalmente a cerca de 50 jovens, sobretudo ao nível de leite para lactentes e fraldas
Os pedidos de ajuda aumentaram. A falta de rendimentos e a deficiente gestão de recursos são as causas apontadas

O Centro da Mãe é uma instituição de solidariedade social criada em Junho de 1999 que tem por missão apoiar grávidas e jovens mães (13-25 anos) em situação de risco e seus filhos.Com princípios bem definidos, como o respeito pela vida humana, dignificação do papel da mulher e valorização da família na sociedade, o objectivo desta instituição é sobretudo dar apoio material às mães carenciadas. Fraldas, leite para lactentes, formação, integração sociofamiliar e realização pessoal. Com uma psicóloga, uma assistente social a tempo inteiro, duas professoras destacadas pela Secretaria Regional de Educação que dão aulas ao ensino recorrente, o apoio das irmãs da Congregação do Bom Pastor e de voluntários, a instituição sobrevive sobretudo da Segurança Social, de donativos e de iniciativas como a Feira da Mãe, Feira das Arcadas de S. Francisco e Feira das Vontades, que se realiza este fim-de-semana. Desde 2001, o Centro da Mãe possui 242 mães inscritas e semanalmente dá apoio a cerca de 50 mães, sobretudo ao nível de leite e fraldas.Números que têm aumentado, o que, segundo Mónica Vasconcelos, assistente social, deve-se ao facto "de as mães estarem mais informadas da existência da instituição", mas também à falta de rendimentos e às dificuldades na gestão de recursos que muitas das mães apresentam.Ou seja, muitas vezes a falta de rendimentos é problema, contudo, em algumas situações, o grande problema existe mesmo quando há rendimentos. "Há uma dificuldade em gerir da melhor maneira e tentamos organizá-las, mas é complicado porque as prioridades das mães não são aquelas que nós queríamos que fossem", acrescenta. Explica ainda que os critérios utilizados para prestar apoio variam de caso para caso.Normalmente o processo é semelhante ao da Segurança Social. É verificado o rendimento do agregado familiar, que muitas vezes é dado quando as utentes estão em vias de receber o Rendimento Social de Inserção, e "a partir desse momento deixamos de apoiar ao nível material mas continuamos sempre a tentar fazer um trabalho com elas ao nível de inserção profissional, apoio psicológico", explicou Katerina Leacock, psicóloga. O Centro da Mãe estará uma vez mais presente na Feira das Vontades, a realizar-se entre os dias 24 e 26 de Novembro com uma série de artigos que reverterão a favor da associação.Velas decorativas, porta-chaves, camisolas para crianças, almofadas para bebés, almofadas com o Menino Jesus serão algumas das novidades patentes no Jardim Municipal. Quem estiver interessado em ajudar poderá fazê-lo através do 291224074.

Michele Faria , in DN 23-11-2006

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home