Criadores de Sorrisos

Vamos ajudar a criar Sorrisos! Pequenos gestos fazem grandes sorrisos e todas as mãos podem ajudar, se o coração assim quiser. Esta pagina será um local para oferecer ajudas, receber sugestões, indicar pessoas que necessitam...um local de encontro para as pessoas que queiram ser solidárias, com pequenos gestos e sem propaganda.

A minha fotografia
Nome:
Localização: Funchal, Madeira, Portugal

tenho quase tudo para ser feliz mas ando sempre à procura de qualquer coisa, que não sei o que é.

29.11.06

Leilão de "Diários Fotográficos" com fins solidários

Celebridades do meio cultural, artístico e desportivo fotografam o seu dia-a-dia com fins solidários.

Cool Hipnoise, Diogo Infante, Fernando Alvim, Naide Gomes, Pedro Górgia, Rádio Macau, Rita Ferro e Sílvia Rizzo são algumas das personalidades que participam nesta iniciativa da ONG portuguesa INDE - Intercooperação e Desenvolvimento. (www.inde.pt)
Utilizando uma máquina descartável, fizeram uma ‘reportagem fotográfica’ registando imagens únicas e surpreendentes do seu dia-a-dia. Estas fotografias foram reunidas num Diário Fotográfico e são a base deste leilão de solidariedade.
Os fundos recolhidos no leilão das peças fotográficas vão reverter a favor de projectos da INDE na luta contra a pobreza na Guiné-Bissau, Timor-Leste e Cabo Verde. Os “Diários Fotográficos” já estão disponíveis no portal de leilões Miau.pt até 11 de Dezembro no portal de leilões http://miau.pt/actividades/inde.jsp

:)

23.11.06

Ajudar o Centro da Mãe

Pedidos aumentam no Centro da Mãe
A instituição com 242 jovens mães inscritas dá apoio semanalmente a cerca de 50 jovens, sobretudo ao nível de leite para lactentes e fraldas
Os pedidos de ajuda aumentaram. A falta de rendimentos e a deficiente gestão de recursos são as causas apontadas

O Centro da Mãe é uma instituição de solidariedade social criada em Junho de 1999 que tem por missão apoiar grávidas e jovens mães (13-25 anos) em situação de risco e seus filhos.Com princípios bem definidos, como o respeito pela vida humana, dignificação do papel da mulher e valorização da família na sociedade, o objectivo desta instituição é sobretudo dar apoio material às mães carenciadas. Fraldas, leite para lactentes, formação, integração sociofamiliar e realização pessoal. Com uma psicóloga, uma assistente social a tempo inteiro, duas professoras destacadas pela Secretaria Regional de Educação que dão aulas ao ensino recorrente, o apoio das irmãs da Congregação do Bom Pastor e de voluntários, a instituição sobrevive sobretudo da Segurança Social, de donativos e de iniciativas como a Feira da Mãe, Feira das Arcadas de S. Francisco e Feira das Vontades, que se realiza este fim-de-semana. Desde 2001, o Centro da Mãe possui 242 mães inscritas e semanalmente dá apoio a cerca de 50 mães, sobretudo ao nível de leite e fraldas.Números que têm aumentado, o que, segundo Mónica Vasconcelos, assistente social, deve-se ao facto "de as mães estarem mais informadas da existência da instituição", mas também à falta de rendimentos e às dificuldades na gestão de recursos que muitas das mães apresentam.Ou seja, muitas vezes a falta de rendimentos é problema, contudo, em algumas situações, o grande problema existe mesmo quando há rendimentos. "Há uma dificuldade em gerir da melhor maneira e tentamos organizá-las, mas é complicado porque as prioridades das mães não são aquelas que nós queríamos que fossem", acrescenta. Explica ainda que os critérios utilizados para prestar apoio variam de caso para caso.Normalmente o processo é semelhante ao da Segurança Social. É verificado o rendimento do agregado familiar, que muitas vezes é dado quando as utentes estão em vias de receber o Rendimento Social de Inserção, e "a partir desse momento deixamos de apoiar ao nível material mas continuamos sempre a tentar fazer um trabalho com elas ao nível de inserção profissional, apoio psicológico", explicou Katerina Leacock, psicóloga. O Centro da Mãe estará uma vez mais presente na Feira das Vontades, a realizar-se entre os dias 24 e 26 de Novembro com uma série de artigos que reverterão a favor da associação.Velas decorativas, porta-chaves, camisolas para crianças, almofadas para bebés, almofadas com o Menino Jesus serão algumas das novidades patentes no Jardim Municipal. Quem estiver interessado em ajudar poderá fazê-lo através do 291224074.

Michele Faria , in DN 23-11-2006

19.11.06

Ajudar os doentes de Alzheimer

Recebemos um apelo no sentido de saber quem pode colaborar com artigos para o mercadinho de natal que a Associação de Familiares dos Doentes de Alzheimer vai realizar no Largo da Restauração no dia 26 de Novembro. Pode ser roupas, bibelots, peças decorativas etc. Coisas que temos em casa, que não nos dão jeito nenhum, mas que podem ser um contributo para esta causa. Podem deixar o material na sede da referida associação que fica junto à farmácia da Nazaré. Está aberta entres as 16h e as 19h de segunda a sexta feira. telefone: 291 772021